quinta-feira, 23 de junho de 2016

Fora dos padrões dos fora dos padrões

É difícil ser meu amigo

Porque não me encaixo muito bem em nenhum esterótipo. Nunca me encaixei. Até mesmo quando era crente (sim, rolou essa fase) não era um crente lá muito dentro do que eles consideram normal (e nem poderia né?). E querendo ou não, esterótipos existem em todos os lugares e guetos. Até mesmo nas minorias. 
Eu vejo as redes sociais e percebo mais claramente como não me encaixo bem, por exemplo, dentro do perfil padrão do gay "descolado". Não sei nada de música pop, acho tudo muito parecido, embora reconheça o talento de grandes vozes como Lady Gaga e Beyoncé (tenho um pouco de preguiça de música barulhenta, tô velho, assumo). Não vou pra academia (embora devesse). As séries que todo mundo vê, não me despertam o interesse. Não assisto RuPaul (embora ache o mundo drag fascinante). Gosto de música brasileira e antiga, vejo TV aberta e até gosto de assistir futebol de vez em quando. Faço o possível para ser sociável com as pessoas, embora seja tímido. Quer dizer, não sei se timidez é a palavra mais correta. Acho que é mais um desejo de não incomodar os outros que me impede de manter relações mais diretas. Não sou de comentar nos posts de todo mundo, curtir tudo o que as pessoas postam só pra parecer "entrosado". Odeio puxar saco.

Então eu nem posso reclamar muito de ter um círculo social pequeno, sabe. Mas eu gostaria mesmo que algumas pessoas ousassem mais romper essa muralha que as vezes parece estar diante de mim. Ela não existe. É névoa, é só tocar que desaparece. Eu garanto, chegar até mim de forma sincera e desarmada pode valer muito a pena.


Nenhum comentário:

Postar um comentário